iliyon / up, up and away
advance
Curious & Curiouser

Confessions, information and nothing.

Home Categories Sweetie pie Smart Ass More of Me
Não importa o quanto uma pessoa te faz sofrer, você sempre vai lembrar o quanto ela te fez sorrir.
Clarice Lispector
03/08/2012

+3451

O senhor pode conferir. Eu fiz tudo certo, só errei quando coloquei sentimento. Só fiz bobagens e me dei mal quando ouvi este louco coração de criança que insiste em não endurecer e se recusa a envelhecer.
Clarice Lispector  (via quesejacomofor)

(Source : quedoceseja)

30/05/2012

+2603

Um nome para o que sou, importa muito pouco. Importa o que eu gostaria de ser. O que eu gostaria de ser era uma lutadora. Quero dizer, uma pessoa que luta pelo bem dos outros […].
Clarice Lispector  (via quesejacomofor)

(Source : u-topista)

22/11/2011

+257

Meus senhores, ninguém me olha, ninguém nota que eu existo. Mas, meus senhores, eu existo, eu juro que existo! Muito, até. Olhem vocês, que têm esse ar de vitória, olhem: eu sou capaz de vibrar, de vibrar como a corda esticada de uma harpa. Eu posso sofrer com mais intensidade do que todos os senhores. Eu sou superior. E sabem por quê? Porque sei que existo.
(Clarice Lispector)

(Source : transbordante)

22/11/2011

+817

E se me achar esquisita,
Respeite também.
Até eu fui obrigada a me respeitar.
Clarice Lispector (via quesejacomofor)
13/11/2011

+750

Clarice Lispector, em Água Viva.

10/11/2011

+924

Gosto de poder manter o silêncio junto de alguém. É mesmo a condição de uma amizade para mim. Um amigo é aquele com o qual se pode compartilhar o silêncio (….) como se partilha a palavra.
Clarice Lispector.  (via quesejacomofor)

(Source : giu-lianna)

04/11/2011

+4369

É sempre assim que acontece – quando a gente se revela, os outros começam a nos desconhecer.
(Clarice Lispector)
29/10/2011

+1856

E a doçura é tanta que faz insuportável cócega na alma.
Viver é mágico e inteiramente inexplicável.
Clarice Lispector (via que-seja-leve)
28/10/2011

+263

Sou dramática, intensa, transitória e tenho uma alegria em mim que quase me deixa exausta. Eu sei sorrir com os olhos e gargalhar com o corpo todo. Eu sei chorar toda encolhida abraçando as pernas. Por isso, não me venha com meios-termos, com mais ou menos ou qualquer coisa. Venha a mim com corpo, alma, vísceras, tripas e falta de ar.
(Clarice Lispector)
26/10/2011

+1228